Fonte:  Comunidade News  

De 15 a 19 de setembro, as cidades de Nova Iorque e New Haven (CT) sediam uma verdadeira maratona cultural para homenagear um dos mais importantes nomes da literatura brasileira. Machado 21: celebrando o centenário, vai festejar Machado de Assis através de filmes, leituras e simpósios. O evento celebra a obra do escritor brasileiro e lembra o centenário de morte dele.

O evento foi idealizado por Domício Coutinho, presidente e fundador da Biblioteca Brasileira de Nova Iorque, que carrega o nome do famoso escritor, e conta ainda com a professora Lídia Santos, da Universidade de Nova Iorque (CUNY) e do tradutor e dramaturgo Alex Ladd, na organização.

A abertura acontece com um painel acadêmico na The Americas Society, com a presença do Embaixador José Alfredo Graça Lima, Cônsul Geral do Brasil em Nova Iorque, com a professora Lídia

Santos como moderadora. A Mina Rees Library da CUNY exibe livros e materiais relacionados à bela obra do brasileiro.

Para a professora Lídia, nada mais justo do que homenagear Machado de Assis, que é reconhecido por críticos e escritores americanos. Apesar disso, segundo ela, o escritor brasileiro ainda não tem o

merecido conhecimento e destaque nos EUA. “Vamos mostrar que o Brasil produz cultura de alta qualidade”, enfatizou Lídia, dizendo que será a oportunidade de reunir brasileiros e americanos na Big Apple.

A festa literária chega até a famosa Universidade de Yale, que vai receber o cineasta Nelson Pereira dos Santos, um dos precursores do cinema novo brasileiro e diretor de Azyllo Muito Louco, baseado

em O Alienista, de Machado de Assis. O mestre da sétima arte ainda estará presente na Film Society of Lincoln Center.

Riqueza Literária

Joaquim Maria Machado de Assis nasceu e viveu no Rio de Janeiro. Consagrou-se como romancista, contista, poeta e teatrólogo, além de ser considerado o criador da crônica brasileira. Jornalista e dramaturgo, ainda traduziu obras do francês Flaubert e do inglês Shakespeare.  O crítico americano Harold Bloom o considera um dos 100 gênios da literatura, além de compará-lo com Dante, Shakespeare e Cervantes.

Machado de Assis fundou a Academia Brasileira de Letras, também chamada de Casa de Machado de Assis, onde foi o primeiro presidente. Segundo a professora Lídia, a CUNY está sediando o evento porque é a única universidade onde brasileiros estudam literatura brasileira. A professora destaca ainda as universidades UMass Dartmouth, em Massachusetts, e a Brown University, em Rhode Island, que têm programas em português.

Entre os patrocinadores de Machado 21 estão o Consulado Geral do Brasil em Nova Iorque, TAM Linhas Aéreas e Academia Brasileira de Letras. O programa completo do evento pode ser visto no site oficial http://www.machado21.com/. Informações adicionais podem ser obtidas através do telefone (212) 817-8410 ou do e-mail machado21@gc.cuny.edu.

Reproduzido com permissão do Comunidade News.  Leia outros artigos do Comunidade News.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz