Fonte:  Comunidade News

Um blog criado exclusivamente para atacar a comunidade brasileira e os empresários que contratam os imigrantes, está gerando mal-estar e revolta.

Um blog de Martha’s Vineyard em Massachusetts, está causando uma grande controvérsia entre a comunidade brasileira que reside na ilha. Criado recentemente e sem identificação de seu autor ou autores, o blog tem um único objetivo: atacar os brasileiros, em especial os indocumentados, assim como as empresas que os contrata.

Diversas empresas que empregam brasileiros protestaram na última semana contra o blog, que os acusa de contratar imigrantes indocumentados. O blog, que tem um texto inflamatório, causou angústia e raiva entre a comunidade brasileira assim como os patrões.

Um post no blog acusa entidades e diversas empresas, entre elas landscape, restaurantes, lojas e até o YMCA local de contratar trabalhadores indocumentados.

Não está claro quem está por trás do blog, que foi criado com o programa gratuito WordPress.

Os textos afirmam que está sendo compilado uma “galeria de vilões de todas as pessoas das igrejas brasileiras e fazendo uma referência cruzada com transações imobiliárias”.

O alvo do blog são os imigrantes indocumentados, mas muitos dos nomes citados são de brasileiros que vivem legalmente na ilha, em particular aqueles envolvidos com uma nova associação criada recentemente.

Em outro post do blog, é destacado uma reportagem de um jornal sobre uma jovem brasileira que vive legalmente e que expressa a sua ambição de se tornar uma advogada de imigração. O post inclui um link para a página do Facebook pessoal e uma fotografia. No final está a frase “você já teve a sensação de estar sendo observada?

O site motiva as pessoas de Cape Cod a fazerem blogs semelhantes para chamar a atenção sobre os brasileiros.

Steve Bernier, proprietário do Cronig’s Market, que emprega um grande número de brasileiros, é uma das pessoas que está contra o blog. “Estou chocado e assustado’, disse Bernier. “Isso cheira a linchamento”, diz ele onde 60% dos seus funcionários da loja em Vineyard Haven são brasileiros. O número cresceu nos últimos 10 anos segundo ele.

Ele afirma que todos os seus funcionários são legais no país. Tudo aqui é feito conforme a lei”, disse. “Todos estão na folha de pagamento”. Para ele a criação do blog tem a ver com as dificuldades econômicas dos dias de hoje.

“Nós estamos em tempos de pressão econômica na ilha, onde os trabalhos estão pagando 20% menos do que o normal enquanto os custos estão 20% mais altos”.

Para ele, a idéia é de que os imigrantes estão tomando os empregos dos nativos. “Eu digo, me mostre um norte-americano na porta procurando por emprego. Simplesmente não tem gente para fazer o serviço. Há quatro ou cinco anos, eu cheguei a pensar em fechar as lojas durante o verão às 6 da tarde porque não havia pessoas para trabalhar”, afirma Bernier.

Michael Donaroma, proprietário de uma companhia de landscaping em Edgartown que emprega um grande número de brasileiros, também foi acusado no blog. Ele reagiu firmemente contra o que foi escrito.  “Sim, eu emprego brasileiros, claro”, disse. “Eles estão na folha de pagamento, com o número do social, impostos e o formulário I9 – que é preenchido pela empresa afirmando que o funcionário é elegível para trabalhar no país”.

“Alguns dos brasileiros trabalham comigo há 10, 15 anos e já tem dupla cidadania. Eles viajam, tem família aqui, crianças na escola, pagam impostos e fazem trabalhos que eu nunca acharia um nativo da ilha para fazer”, explica.

Para Donaroma, qualquer pessoa disposta a fazer o trabalho é contratada. Mas ele diz que os norte-americanos não querem fazer trabalho manual. “Eu contratei um norte-americano este ano, mas ele não ficou uma semana”, diz.

Reproduzido com permissão e em parceria com a Comunidade News.

Deixe um comentário

1 Comentário em "Blog Ataca Brasileiros e Causa Controvérsia em Ilha de Massachusetts"

avatar
Portella
Visitante

Será que a verdade declarada nesse Blog não está incomodando os imigrantes? Pois, na verdade, a maioria dos imigrantes que vão para a América são baderneiros. Poucos, mas bem poucos, escapam dessa regra. A história é sempre a mesma dos jornais aqui no Brasil: brasileiros matando, roubando, estuprando, enganando, não somente aos outros mas a si mesmos, matando por amor…que mais?

wpDiscuz