Fonte:  Comunidade News 

Durante entrevista à rede de televisão Univision, Obama disse que não haverá nenhuma ação administrativa para legalizar os imigrantes indocumentados.

As chances dos imigrantes indocumentados em conseguir uma legalização, estão cada vez mais distante, pelo menos se depender do Congresso e do Governo Federal.

Na segunda-feira, 28, o presidente Obama disse que ele não tem poder para suspender as deportações, colocando uma estaca em um plano que algumas autoridades administrativas haviam explorado. O plano daria status legal para milhares de imigrantes indocumentados através de uma medida administrativa.

Defensores dos direitos dos imigrantes, bem como advogados, ligaram para o presidente pedindo que ele usasse o poder executivo que tem para parar as deportações. Um memorando da Imigração, que vazou no ano passado, mostrava que os advogados do Departamento de Imigração estavam estudando as implicações legais de tomarem tal medida. Mas Obama, em uma reunião conduzida pela rede de televisão hispânica Univision, disse que esta opção não é possível de ser usada.

“Existe leis suficientes nos livros do Congresso que deixam bem claro como nós temos que aplicar nossos sistemas imigratórios, que para mim simplesmente uma ordem executiva ignoraria essas leis e não estariam apropriadas para o meu papel como presidente”, disse Obama.

A resposta do presidente foi dada à pergunta feita, através de um vídeo gravado por uma estudante que tem ordem de deportação. Ela questionou Obama do porquê os estudantes ainda estarem recebendo estas cartas, mesmo quando muitos legisladores, e o próprio presidente, acreditem que eles deveriam receber status legal.

Durante a campanha para presidente, ele prometeu agir logo no início junto aos legisladores para legalizar a maioria dos imigrantes indocumentados, mas as atenções do governo mudaram de direção para outras questões, como a reforma da saúde.

No final do ano passado, o presidente apoiou a aprovação do Dream Act, aprovado no Congresso, porém rejeitado no Senado com a ajuda de votos de senadores do próprio partido de Obama.

Durante a entrevista na Univision, Obama disse que a maioria dos democratas apoiam o Dream Act, porém não foi suficiente para a aprovação já que os republicanos se recusaram a votar a favor.

“Eu acredito que nós ainda podemos aprová-la”, disse o presidente. “Mas é muito importante que os telespectadores da Univision e todos os estudantes que são interessados nesta questão, mantenham a pressão no Congresso”, completou.

Entretanto, grupos de apoio aos direitos dos imigrantes têm pedido a ele para ir mais além nesta questão. Uma petição e uma campanha chamada “Não mais Deportações” está sendo feita para pressionar o presidente a parar com as deportações.

“Se não haverá reforma imigratória, então que acabe com as deportações e pare com a separação de nossas famílias”, disse Angela Sanbrano, presidente da Aliança Nacional da América Latina e Comunidades do Caribe.

O memorando do Departamento de Imigração, que vazou no ano passado, poderia parar as deportações através de uma ordem administrativa. Os seus autores a chamaram de “uma versão não legislativa de anistia”.

Após o memorando vir à tona, Janet Napolitano, Ministra do Departamento de Segurança Interna – que comanda a Imigração – excluiu a possibilidade de usar este método para legalizar um grande número de imigrantes. Com a entrevista à rede hispânica de televisão, Obama fechou mais ainda a porta.

Ele, no entanto, disse que sua administração mudou o foco das deportações para os imigrantes que cometem crimes graves. “Nós queremos focar nossos recursos nas pessoas que são destrutivas para a comunidade”, disse Obama.

Reproduzido com permissão e em parceria com a Comunidade News.

Deixe um comentário

8 Comentários em "Presidente Obama Descarta Legalização sem Passar pelo Congresso"

avatar
Lox
Visitante
Infelizmente, os americanos não confiam na conduta sem ética e imoral do imigrante ilegal, haja vista já iniciarem o processo de entrada no solo estrangeiro por invasão de divisas. Algo que é crime Federal. Façamos uma comparação: Você mora em uma residência bem grande com vários cômodos bem estruturados. Você legalizaria uma pessoa para conviver com você, que invadiu sua moradia sorrateiramente, pulando o seu muro ou cerca de proteção, logo após passa a viver escondido por vários anos ou meses dentro dos cômodos, convida outros para fazer o mesmo, e incrivelmente, após conseguir reunir um bom grupo de “invasores… Read more »
Aline Morais
Visitante

cada vez mais eu acho que deveria votar por partido politico para ganhar e não por pessoa de cada partido individualmente pois os republicanos atrapalham muito os planos otimos que o presidente Obama tem a oferecer!

Redação BNEU
Admin

Arthur,

Não temos esta informação. Você pode pesquisar com a legislatura de Washington:
http://www.leg.wa.gov/pages/home.aspx

Arthur Alves Diniz
Visitante

Nas areas de Washington ( Seattle, Redmond, Kirkland, Bellevue ) é permitido o porte de arma para imigrantes legais?

Redação BNEU
Admin

Arthur,

Depende. A constituição americana provê o direito de porte de armas, mas não é permitido em alguns locais.

Arthur Alves Diniz
Visitante

Olá, um imigrante legal, com todos os documentos em dia e certos, pode portar armas de fogo?

Redação BNEU
Admin

Mariana,

Valeu. Duas profissões que têm boa demanda de estrangeiros nos EUA são enfermagem e informática. Boa sorte.

Mariana
Visitante
ADORO este site, porque apesar de (ainda) morar no Brasil só penso em ir pros EUA, e fico por dentro de tudo sobre lá através deste portal. Puxa, queria saber se é comum querer morar em outro país, no meu caso US desde pequena.Agora, estou com 17 anos mas infelizmente ñ possuo recursos para bancar uma viagem e atualente nem um cursinho.Queria saber profissoes que me ajudassem a conseguir um trabalho neste lugar que tanto sonho.Queria em NY mas poderia ser em qualquer parte porque parece que sou fixionada.Sabe quando é meio que parece que já veio com a gente?… Read more »
wpDiscuz