O Sabor da Comida Brasileira é Sucesso nos Estados Unidos

Feijoada virou ícone do Brasil

Que o sabor do tempero brasileiro é único isso não é nenhuma novidade.  Muita gente sabe que a cultura brasileira sofreu influência dos colonizadores europeus e dos escravos africanos que habitaram no Brasil no inicio do século XVI.  Com o passar dos anos, a culinária brasileira foi se aperfeiçoando e os ingredientes mudando, adaptações estas que fazem com que o país atraia atenção pela variedade dos seus sabores.

E o Brasil vem sendo citado, ocupando boas posições e indicações em grandes publicações internacionais que avaliam as melhores casas e chefs de cozinha de todos os continentes. Em 2013, por exemplo, o chef Alex Atala, entrou para a celebrada lista das 100 personalidades mais influentes do mundo, segundo a revista americana Time. Aliás, outro único brasileiro a integrar o ranking de 2013 foi o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Joaquim Barbosa. É dito no perfil publicado na Time, escrito pelo chef dinamarquês René Redzepi, que a filosofia de Alex Atala – de usar ingredientes típicos do Brasil na alta gastronomia, tem encantado todo o continente.

“O Brasil deixou de ser apenas lembrado no exterior como o país do futebol do Pelé, da Carmem Miranda. Hoje alcançamos outros patamares. Somos referência na publicidade, na moda, na música e, claro, na gastronomia,” declarou a chef de cozinha Anna Karina Silva.  E a afirmação dela pode ser comprovada na pesquisa realizada pela Empresa Brasileira de Turismo (Embratur), em 2012, que disse que a cultura, cozinha e belezas naturais são os maiores atributos na projeção de imagem do Brasil no exterior. Praticamente um em cada três norte-americanos reconhece a música Garota de Ipanema como uma canção brasileira. E cerca de um em cada cinco moradores dos Estados Unidos reconhece ícones da nossa gastronomia: caipirinha (com 21% de reconhecimento) e Feijoada (20%).

Leo Charamba, sócio de um restaurante especializado em comida brasileira fundado no final da década de 80, o Camila’s Restaurant, que tem unidades em Orlando e Miami, diz que o número de pessoas de outras nacionalidades que apreciam a culinária do Brasil cresce anualmente. “É claro que temos um grande número de clientes brasileiros que almoçam e jantam no Camila’s porque estão na Disney se divertindo ou em Miami fazendo compras e não querem mais comer nos fasts foods americanos. Mas, quando o estrangeiro prova da nossa feijoada, ele retorna para comer mais. Há também aqueles que tem curiosidade sobre os ingredientes que integram o prato”, declarou o empresário.

Mesmo que ninguém saiba ao certo quem inventou a feijoada (Ver Box), este prato já é um ícone da gastronomia brasileira. “Assim como o samba, a feijoada tem o poder de mexer com a emoção das pessoas, é um prato que remete confraternização e momentos de alegria. Podemos dizer que onde tem samba, tem feijoada. Brasileiro gosta e o gringo se encanta”, complementa a chef Anna Karina Silva.

BOX:

A teoria sustentada pelo jornalista Leandro Narloch, autor do livro Guia Politicamente Incorreto de História do Brasil (Leya Brasil) diz que a feijoada seria um prato oriundo da Europa. “Nem índios nem negros tinham o costume de misturar feijão com carnes”, escreveu o jornalista. “A técnica é mais antiga: vem do Império Romano”. A pesquisa histórica feita pelo autor indica que os romanos costumavam cozinhar carne com legumes, entre eles o feijão branco. Essa seria a origem de pratos como o cassoulet francês – um ensopado de feijão branco com linguiça de porco e carne de pato. Na região das Astúrias, norte da Espanha, também há uma iguaria desse tipo: a tradicional fabada, que mistura feijão branco com carnes pouco nobres como orelha e rabo de porco. O que pode ter sido inventado no Brasil, portanto, não é a feijoada, mas a feijoada de feijão preto – trazido da África nos mesmos navios que transportavam os escravos.

 

Redação BNEU

Nós somos a equipe Brasileiros nos Estados Unidos ponto com. O nosso objetivo é prover uma série de informações e facilidades para a comunidade brasileira nos Estados Unidos e para os brasileiros que querem saber mais sobre a vida nos Estados Unidos.

4
Deixe um comentário

avatar
4 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
MarianaRedação do site Brasileiros nos Estados UnidosDaniele Recent comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Mariana
Visitante
Mariana

Ola estou nos eua ha 2 meses. Se eu voltar pro brasil, quanto tempo tenho q esperar pra voltar pros eua? Detalhe, meu visto eh o b2 turista

Daniele
Visitante
Daniele

Ola. Estou morando nos Estados Unidos com visto de turista ha 3 meses. Estou liberada pra ficar aqui por mais 3 meses. Mas nao posso trabalhar. Ouvi falar que se eu for pra escola aqui, eu poderei trabalhar e tambem poderei ir e voltar do Brasil sempre que eu quiser. Gostaria de saber se e verdade e se sim, que tipo de escola seria?