Em entrevista ao Portal da Band, do Brasil, menos de 24h após ver seu sonho se desmanchar, Melissa Gurgel demonstra a mesma garra que pode ser vista na passarela do Miss Universo.

Ainda em Miami, nos Estados Unidos, a Miss Brasil conversou sobre sua colocação no Miss Universo 2014.

A cearense era uma das grandes apostas no concurso. A torcida do Brasil foi grande, mas, diferente dos últimos anos, ela não conseguiu nem passar para o top 10. “Não é que me senti injustiçada, mas acho que eu merecia ir muito mais além e eu vejo que os brasileiros também pensam dessa forma”, disse ela ainda com voz de sono.

Muito religiosa, Melissa falou em Deus por diversas vezes durante a conversa. “Tudo  o que acontece na sua vida é com a permissão de Deus. Se Ele não permitiu que eu prosseguisse é porque a vontade Dele era para eu chegar até ali, então já sou muito grata por isso. De 88 meninas você ficar entre as 15 e ter a oportunidade de desfilar já é um privilégio. Se eu falhei em alguma coisa peço desculpas”, declarou.

Analisando seu desempenho no concurso, a cearense não soube precisar o que a tirou da competição. “Não sei o que faltou. Na verdade tentei dar realmente o meu melhor, tentei estar forte, confiante. Talvez o que pode ter faltado foi mais atitude, mas, de verdade, ali fui eu mesma. Tinha tudo para estar entre as 10 e entre as 5″, disse.

Apesar do resultado, a beldade garantiu que não faria nada diferente. “Não me sinto frustrada. Estou muito feliz. Claro que eu esperava ir muito mais além, mas se eu cheguei até aqui tenho de levantar as mãos para o céu e agradecer mesmo”, completou.

Melissa elogiou a colombiana Paulina Vega e desejou um excelente reinado para mulher mais bela do planeta. “Ela é uma moça bonita. Espero que represente bem todas nós, que realmente entenda o que é ser Miss Universo, o valor que isso tem como pessoa, e não como imagem”, enfatizou a brasileira.

Dessa experiência, a modelo garante que só levará coisas boas. “Descobri que é importante você fazer amigos, independente de onde você esteja. Todas estavam lutando pelo mesmo objetivo, pessoas com coração, que passaram por muitas coisas para estarem ali. Foi incrível ter a oportunidade de conviver com tantas culturas, tantas linguas diferentes”.

Melissa deve permanecer nos Estados Unidos por mais duas semanas para descansar com os familiares.

 

Fonte: Portal da Band e UOL

 

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz