Fonte:  Comunidade News 

A alegria em dar ao paciente uma melhor qualidade de vida, após o trauma de um ataque cardíaco, e o avanço da área cardiológica, fascinam a brasileira Silvia Aguiar. Médica do Hospital Mount Sinai em Nova Iorque, ela conta que nunca sofreu discriminação por ser imigrante, e que ser brasileira faz bastante diferença para seus pacientes.

A paulistana que trocou o Brasil pelos Estados Unidos em 1991 demonstrou interesse pela medicina quando cursava o antigo colegial, atual segundo grau, no Colégio Dante Alighieri. Graças a um mentor, a então futura médica adquiriu um verdadeiro fascínio pela profissão.

Depois de se formar na antiga Escola Paulista de Medicina e atual Universidade Federal de São Paulo, a Dra. Silvia Aguiar veio para os Estados Unidos, onde completou 6 anos de residência médica com especialização em cardiologia. Trabalhou na Universidade da Califórnia (UCLA) e na Universidade Estadual de Nova Iorque (SUNY). A boa reputação nacional e internacional do Hospital Mount Sinai levaram a Dra. Silvia a procurar a instituição, onde está há 5 anos, atuando na área de cardiologia não invasiva (imagem cardíaca), uma subespecialização da cardiologia.

Fundado em 1852, o Mount Sinai é um dos hospitais mais antigos dos Estados Unidos, com unidades em Manhattan, Upper East Side e Harlem. É afiliado à Mount Sinai School of Medicine, uma das líderes em medicina e pesquisa biomédica. No ano passado, o hospital foi eleito um dos melhores do país.

Desafio e pressão

A cardiologia em si é um desafio, conforme a Dra. Silvia, e mais desafiante ainda para o imigrante. “O médico estrangeiro só pode exercer a profissão aqui após aprovação em vários exames padronizados, que reconhecem a profissão no país”, disse a médica, ressaltando que estes exames são bastante extensos e abrangentes, incluindo desde a bioquímica até as especialidades clínicas.

Para ela, porém, o maior desafio de todos está no fato da cardiologia ser uma área iminentemente masculina nos Estados Unidos. “Senti uma pressão maior por ser mulher do que por ser estrangeira”. Na opinião da médica, a cardiologia é a área de mais rápido avanço em toda a medicina, tanto em tratamento quanto em diagnóstico.

Considera fascinante dar maior qualidade de vida a alguém que sofreu o trauma de um ataque cardíaco. “Através do uso da tecnologia de imagem estamos conquistando isto”. A médica afirmou que num futuro muito próximo, os cardiologistas terão condições de prevenir as conseqüências da aterosclerose, tais como ataque cardíaco e derrame. A aterosclerose, acúmulo de gordura nas paredes das artérias, impedindo o fluxo de sangue, é a doença que mais mata no primeiro mundo.

Os pacientes da Dra. Silvia são americanos, em sua maioria, e alguns hispânicos. Ela disse que ser brasileira, na experiência profissional dela, nunca foi o ponto central da relação médico paciente, mas afirmou que “O paciente está procurando, em geral, um médico que ouve (em primeiro lugar) e que apóia, e neste aspecto, ser brasileira faz diferença”.

Reproduzido com permissão do Comunidade News.  Leia outros artigos do Comunidade News.

Deixe um comentário

25 Comentários em "Hospital de Nova Iorque Conta com Cardiologista Brasileira"

avatar
Guilherme
Visitante

valeu obrigado

Redação BNEU
Admin

Guilherme,

Procure o Dental Licensing Board do estado no qual você está interessado. Veja aqui:
http://www.dentalwatch.org/org/boards.html

Guilherme
Visitante

e tu saberia qual orgão eu teria que procurar para fazer essa prova?

Redação BNEU
Admin

Guilherme,

Se você quiser praticar odontologia nos EUA você terá que checar os requerimentos que variam de estado para estado. Provavelmente você terá que fazer uma prova para obter a licença.

Guilherme
Visitante

Ola,
Gostaria de saber se teria possibilidade de legalizar o diploma de odontologia brasileiro nos eua e como faço para proceder com a legalização.
Obrigado

Andreas
Visitante

oi eu vi na internet que o governo americano abriu vagas para residentes temporários se alistarem no exercito e com isso obterem a cidadania americana em seis meses. Mas para isso o imigrante deve ter alguma das formações academicas necessitadas pelo exercito como médicos ou enfermeiros, ou que tenham fluencia em algum dos 35 idiomas necessitados pelo exercito e que morem legalmente nos eua a pelo menos dois anos. Só que eu entrei no site de alistamento e esse programa esta temporariamente suspenso. Alguem saberia me dizer se o governo pretende colocar esse programa na ativa novamente?
valeu obrigado

Redação BNEU
Admin

Andreas,

Veja aqui:
http://www.army.mil/join/

Andreas
Visitante

oi voçes poderiam me dizer como faço para me alistar no exército americano para servir como médico?

Marcos Martins
Membro
eric santos As provas nao sao dificeis para estrangeiros; medicos europeus, brasileiros e asiaticos tem bons conhecimentos e geralmente passam. O problema seria o conhecimento do idioma. Voce deve obter o visto por conta propria, o funcionario do Consulado pode aconselhar voce dependendo da sua situacao particular. Apos voce passar na primeira fase a instituicao americana fornecera uma carta de recomendacao que talvez ajude na obtencao de um visto permanente por aqui. Cada hospital tem suas proprias regras. Voce nao pode ser discriminado por ser brasileiro. Voce tem ate 7 anos para completar o processo. Entre no google e digite… Read more »
eric santos
Visitante

amigo,qual e o salario medio do medico cirurgiao plastico nos eua? e conseguindo o greencard e so passar The United States Medical Licensing Examination (USMLE),desculpa eu estar fazendo tds essas perguntas pois sou estudante de medicina e gostaria de saber sobre o salario e outros quesitos para ver se realmente vale a pena mudar para os eua, e o problema deste teste e so o idioma ou este teste e realmente muito dificil para medicos de pais subdesenvolvido?

andreas
Visitante

uma última coisa depois paro de te encher o saco hehehe
se eu tiver cidadania canadence sera mais fácil entrar e trabalhar nos eua?
outra coisa será que conseguir entrar em um programa pra fazer residencia ai em uma universidade é muito difícil?
valeu abraços

Marcos Martins
Membro

Andreas,

Voce tem no maximo 7 anos para completar o processo.

Entre no google e digite USMLE. Procure o site oficial e voce tera todas as respostas.

Boa Sorte.

andreas
Visitante

não entendi direito o processo leva 7 anos ou eu tenho no máximo 7 anos para completar a prova?
desculpe por incomodar tanto é que eu quero sanar bem todas as minhas dúvidas antes de começar o processo
valeu

Marcos Martins
Membro
Andreas, Vc pode legalizar o diploma, mas para conseguir trabalho VOCE tem que estar legal, habilitado para trabalhar aqui LEGALMENTE. US$ 505 somente para a primeira prova (o custo total de todas provas e’ +/- US$ 3.000). As provas nao sao dificeis para estrangeiros, medicos europues, brasileiros e asiaticos tem bons conhecimentos e geralmente passam. O problema seria o conhecimento do idioma. Voce deve obter o visto por conta propria, o funcionario do Consulado pode aconselhar voce dependendo da sua situacao particular. Apos voce passar na primeura faze a instituicao americana fornecera uma carta de recomendacao que talvez ajude na… Read more »
andreas
Visitante

me esqueci de colocar no outro post
sabe quanto tempo leva pra fazer todas as provas e legalizar tudo?
valeu

andreas
Visitante
será que se eu conseguir legalizar o diploma eu posso conseguir um visto de trabalho por algum hospital local que mais posteriormente poderia resultar em um green card? esses 505 dólares seriam todas as provas ou só a primeira delas? saberia me dizer se é muito difícil passar nessas provas? o nível de reprovação é muito alto? saberia me dizer se eu poderia ir com o visto de turista e caso fosse aprovado nessas provas se eu poderia trocar o meu visto de turista por um visto de trabalho ai nos eua ou precisaria voltar para o brasil e pedir… Read more »
Marcos Martins
Membro

Andreas,

Voce tera que passar no teste USMLE. USMLE = United States Medical Licensing Examination. Durante o curso de medcina aqui nos EUA os estudantes participam destes testes durante o curso. Para voce que ja tem o diploma, porem de outro pais, voce tem que comecar no primeiro passo do USMLE. O preco para registrar para o teste e’ de US$ 505. Lembre-se de que voce deve estar legalizado nos EUA para praticar medicina (ou qualquer tipo de trabalho).

Boa Sorte.

andreas
Visitante

ola
gostaria de saber se existe a possibilidade de legalizar o diploma médico brasileiro nos eua?
se existe, a dificuldade das provas de proficiencia é muito difícel?
e os valores para se prestar esses exames são muito caros?
agradeço se pudessem sanar essas minhas dúvidas
valeu abraço

Redação BNEU
Admin

Marcelo,

Veja o artigo: http://www.brasileirosnosestadosunidos.com/como-trabalhar-legalmente-nos-estados-unidos/ para os requerimentos imigratórios.

Para exercer a função de médico você tem que ser licenciado no Estado onde você irá trabalhar e tem que passar um dos exames de medicina:

• Federation Licensing Examination (FLEX) parts I and II, or an “equivalent examination as determined by the Secretary of Health and Human Services”;
• National Board of Medical Examiners (NBME), Parts I, II and III;
• The United States Medical Licensing Examination (USMLE), Steps 1, 2 & 3

Marcelo
Visitante

Sou medico cardiologista e gostaria de saber como morar e trabalhar nos estados unidos

wpDiscuz