A Revista Exame publicou um artigo destacando as carreiras mais “quentes” para brasileiros nos Estados Unidos.  Entre elas encontram-se Engenharia e Automação, TI e Telecomunicações, Saúde, e o Mercado Financeiro.

Uma das profissões com mais demanda em todos os Estados Unidos, e uma das mais bem pagas, é a de programador, ou engenheiro de software. Uma pessoa formada em ciência da computação ganha 40% a mais que a média.  Os ganhos durante a carreira podem representar centenas de milhares de dólares a mais do que as de outras profissões.

Os imigrantes provenientes da Índia são considerados uns imigrantes mais bem sucedidos em todos os Estados Unidos.  Eles recebem cerca de 86% dos vistos H-1B, um dos vistos mais comuns para quem quer trabalhar nos Estados Unidos, e que pode levar ao green card, o documento de residência permanente.  A grande maioria dessas pessoas atua na área de tecnologia, e mais especificamente trabalhando com software.

Leonardo Freitas, sócio-diretor da Hayman-Woodward, empresa especializada na entrada e saída de pessoas físicas e jurídicas do Brasil foi citado no artigo da revista Exame destacando a importância da qualificação.  “É preciso desmistificar a ideia de que só dá para viver aqui como imigrante clandestino”, afirma Freitas. “Ao contrário do que muita gente pensa os Estados Unidos são muito receptivos aos estrangeiros, inclusive brasileiros, desde que sejam qualificados.”

Essa qualificação requer uma preparação.  Primeiramente, se você realmente tem um plano sério de ir trabalhar nos Estados Unidos, a sua prioridade deveria ser adquirir a fluência do Inglês.  Em segundo lugar, você deve se educar em áreas de grande demanda nos Estados Unidos.  Se você tiver a oportunidade de fazer um mestrado em uma universidade americana, melhor ainda.  Mas isso não é absolutamente necessário.

Você pode obter um bacharelado no Brasil para atender as necessidades formais, principalmente da imigração.  O mais importante é que você tenha as habilidades que estão em grande demanda nos Estados Unidos.  Por exemplo, há hoje uma explosão de aplicativos móveis, e com a popularidade dos dispositivos da Apple, como o iPhone e o iPad, existe uma grande demanda para quem saiba programar na linguagem de programação Swift, criada pela própria Apple para desenvolver aplicativos para esses dispositivos.

Você pode, por exemplo, obter o seu bacharelado em uma área de ciências exatas, e em seguida fazer cursos de especialização para se posicionar dentro do mercado americano.  Existem cursos como facildeprogramar.com que não necessitam nenhum conhecimento prévio e lhe ensinam do zero tudo que você precisa aprender para se tornar um programador na linguagem Swift.

O mais importante é você se preparar e obter as qualificações que estão em grande demanda.  Com o avanço da tecnologia digital, temo hoje 500.000 vagas abertas nos Estados Unidos para quem tem conhecimento técnico.  Projeta-se que nos próximos anos haverá mais de dois milhões de vagas disponíveis na área de ciência da computação.  Não há pessoas qualificadas nos Estados Unidos para preencher todas essas vagas e as empresas estarão procurando fora do país pessoas que possam vir trabalhar nesta área.  Você será uma delas?

 

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz