Fonte:  Comunidade News  

O estado de Massachusetts tem assistido à compra de passagens somente de ida para o Brasil. A baixa do dólar e a desilusão pela falta de uma lei de imigração está fazendo muitos brasileiros tomarem a decisão.  Mesmo quem tem o green card acha que o sacrifício não está compensando.  O Centro do Imigrante Brasileiro (CIB) estima que quase 7.000 brasileiros tenham ido embora no ano passado.  Comerciantes de Framingham também sentem a queda das vendas por falta de clientes

brasileiros. 

De acordo com o Boston Globe, Francisco Neto, 39, decidiu voltar para Goiânia, Goiás depois de quase 12 anos de América.  Ele e a esposa, Elaine, 38, tomaram a decisão em novembro passado, e acham que a vida será melhor, pois terão mais tempo para a filha de 14 anos.  Além disso, Neto, que tem o green card, acha que financeiramente não existe mais vantagem. Há cinco anos ele enviava $700 por mês para o Brasil, e a baixa do dólar reduziu a quantia pela metade.

De acordo com o CIB, o número de brasileiros que voltou para casa em 2007 está entre 5.000 e 7.000, podendo aumentar para um número entre 7.000 e 10.000 em 2008.  Além da baixa do dólar e da decepção com o Congresso americano, por não ter aprovado uma lei de imigração, existe outra razão, na opinião dele.  “Quando Deval Patrick foi eleito governador, havia muita esperança de que as coisas melhorassem para os imigrantes, mas pioraram”, declarou Fausto, que levantou os dados através de entrevistas com líderes religiosos e agências de viagens.

Apesar do número de brasileiros do estado estar estimado em 230.000, Álvaro Lima, diretor de pesquisa do Boston Redevelopment Authority, disse que o número pode estar em 200.000, e não acredita na volta de 7.000 brasileiros.  “Pode estar acontecendo, mas não sei se nesta escala”, disse Álvaro.  De acordo com o American Community Survey, que realiza censos para os Estados Unidos, a população de brasileiros e descendentes de brasileiros residentes em Massachusetts teria aumentado para 73.000 em 2006.  Neste

número não estão incluídos os indocumentados.

Economia brasileira em alta, americana em baixa

Para o Cônsul geral do Brasil em Boston, Mário Saade, outro fator pode estar “convidando” os brasileiros a ir para casa.  “A economia do Brasil está melhor agora, e tem mais oportunidades de emprego.  Há setores que estão crescendo, especialmente na construção civil, e a maioria (brasileiros) aqui trabalha na construção civil”, disse Mário.

Mas alguns comerciantes brasileiros de Framingham não estão tão otimistas assim.  Geni Luz, gerente da Joyce Jewelry, viu o número de clientes cair em 40% no ano passado, por causa da volta ao Brasil.  “Eles dizem que vão voltar porque não querem ficar aqui ilegalmente, sem uma carteira de motorista e Social Security.  Esperavam que a lei de imigração fosse aprovada, mas não foi”.

Dezenas de clientes da Vera Jewelers, de propriedade de João Freitas, também voltaram.  “Começamos a sentir isto bem no início do ano passado.  Depois, quando a lei de imigração não foi aprovada, as pessoas se decepcionaram muito e começaram a comprar as passagens”.  Ainda de acordo com Freitas, comércios como a Brazilian Pizza e o Adrianna’s Beauty Salon fecharam as portas por falta de clientes.

Reproduzido com permissão do Comunidade News.  Leia outros artigos do Comunidade News.

Deixe um comentário

4 Comentários em "Brasileiros de Massachusetts se Decepcionam com a América e Voltam para Casa"

avatar
trackback

[…] artigo Brasileiros de Massachusetts de Decepcionam com a América e Voltam Para Casa relatamos esta tendência em uma das maiores comunidades brasileira nos Estados Unidos.  Ainda é […]

Jean Leal
Visitante

Com o mercado de Trabalho mais Crescente do mundo, os Brasileiros tendem a perceber que o melhor é voltar para suas raízes.
Passei por essa experiencia quando vivi no Porto, Portugal.
Senti na pele o que é ver a cotação do Euro cair e muito em poucos meses.

um Brasileiro
Visitante

Como se os americanos fossem compulsados a oferecer toda a riqueza da América aos brasileiros. Ninguém os convidou para os EUA. O Governo do Brasil que trate de cuidar de seus filhos.

Marcia Regina Boff
Visitante
O meu caso e triste!? Pelo seguinte eu tenho uma irma que mora aqui fazem 15 anos, e casada tem filho, tem emprego, tem o imovel proprio tudo certinho o que aconteceu e que em set/2009 quando nasceu a bebe ela me convidou para vir cuidar da bebe e morar com ela, sempre nos entendemos muito bem era tudo uma maravilha, so que morar juntas nao da certo ela nao consegue nem me olhar, e nao ei falar em ingles estou aqui desde 10 de fevereiro e vou urgente fazer um cursinho o que eu sei e muito pouco, o… Read more »
wpDiscuz