Como é Viver em um País que Não é o Nosso?

Este artigo foi escrito em resposta a uma de nossas leitoras, a Livia, que colocou a seguinte pergunta: “Como é estar em um país que não é o nosso?”  Para muitos brasileiros que moram nos EUA ou em outros países pelo mundo afora, a experiência de viver fora do Brasil pode ter vários graus de sucesso, desde uma oportunidade excepcional para realizar conquistas que nunca seriam possíveis no Brasil, até a total decepção e sofrimentos inesperados.

Mas para a maioria dos brasileiros que moram foram do Brasil, a experiência se caracteriza por etapas distintas que são comuns na maioria dos casos:

Primeira Etapa:  Tudo é Novidade

Para quem chega em um país desconhecido pela primeira vez, tudo é muito diferente, interessante e curioso.  As novidades, mesmo as que não são muito agradáveis, como o frio rigoroso, estimulam as pessoas e dão uma certa dose de prazer.  Durante este período, pode-se dizer até que tudo é festa.  Esta talvez seja a melhor etapa da chegada de um imigrante a um novo país.  Até porque as esperanças e sonhos são muitos, e só de ter chagado ao destino tão sonhado já é motivo de animação e alegria.

Segunda Etapa: Adaptação

Depois que passa a euforia do período de novidades, vem a etapa de adaptação.  As novidades não são mais tão encantadoras como eram no começo, e a pessoa começa a lidar com a realidade de ter que se adaptar à nova realidade.  Até mesmo as coisas mais simples parecem ser tão difíceis de se conseguir:  “Aonde eu compro um pão fresquinho já que não tem padaria em lugar nenhum?”; “Como que eu chego a um determinado lugar já que ainda não tenho carro e o transporte público é tão precário?”  E por aí vai.  São milhões de perguntas sobre as coisas mais cotidianas as quais a pessoa fazia automaticamente sem ter que pensar.

Agora tudo parece requerer constante concentração, pesquisas, procuras, experiências – tudo para simplesmente conseguir encontrar uma rotina.  Sim, aquela desgraçada da rotina que você tanto odiava agora faz uma falta inacreditável.

Isso sem falar nas dificuldades com a língua.  Como é desagradável sentar em frente a uma televisão e não entender absolutamente nada.  Que frustração!  Todos aqueles cursinhos de inglês no Brasil parecem não ter servido para nada.  E o pior de tudo é que quando você tenta falar alguma coisa para alguém com o seu inglês de cursinho ninguém parece te entender também.  Até um simples “thank you” sai com o som de “sank you” causando as mais variadas reações de pessoas que mais parecem estar lidando com um ET.

Terceira Etapa:  Bate a Saudade

Depois do período de adaptação, vem a inevitável saudade.  Você começa a questionar porque tomou a decisão de sair do Brasil, porque ter deixado tudo por essa aventura que parece que nunca irá dar certo.  Você começa a sentir falta de tudo – da nossa comidinha deliciosa, dos amigos, dos familiares, das praias, do sol, do nosso jeito de ser.

Quando bate a saudade a coisa pega.  Você pensa em desistir de tudo, e voltar no próximo avião.  Porém, a maioria resiste até finalmente conseguir se estabelecer e conquistar o seu espaço.

Quarta Etapa: Você Conquista o Seu Espaço

Nesta etapa você está finalmente estabelecido.  Você tem uma moradia fixa, tem um emprego relativamente seguro, tem seu meio de transporte, e já dominou a língua.  Você ainda sente saudade, mas está indo bem e não pensa tanto em voltar.  Esse é o período em que você sente que finalmente valeu a pena sair do Brasil.  Você pode até ter planos de voltar, mas não agora, talvez mais tarde, depois de ter acumulado algum dinheiro.

Essa é uma etapa relativamente boa, mas o perigo é que você cai em uma nova rotina.  Sim, a tal rotina aparece de novo, e a vida vai passando.  Quando você se dá conta, muitos anos já se passaram, e os planos de voltar vão sendo adiados indefinidamente.

Quinta Etapa: Você Quer Ser Enterrado no Brasil

A última etapa é quando você decide que realmente chegou a hora de voltar à sua terra natal.  Por mais que você tenha conquistado o seu espaço no exterior, você ainda é um peixe fora d’água.  Basta você abrir a boca e alguém eventualmente faz a tão detestável pergunta: “Where are you from?”

Nesta etapa você já deu tudo o que tinha que dar e agora quer mais é estar perto de seus familiares e de seus amigos enquanto você ainda tem tempo aqui na terra.  E quando a hora final chegar, você quer mais é estar no mesmo lugar onde tudo começou, na sua terra natal.

Redação BNEU

Nós somos a equipe Brasileiros nos Estados Unidos ponto com. O nosso objetivo é prover uma série de informações e facilidades para a comunidade brasileira nos Estados Unidos e para os brasileiros que querem saber mais sobre a vida nos Estados Unidos.

104
Deixe um comentário

avatar
103 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
61 Comment authors
AlessandraitamaraRobertoClaudiaAneliese Fonseca Recent comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Etienne
Visitante
Etienne

Eu tenho um dúvida sobre as armadas norte americana…se eu me naturalizar americana eu posso concorrer a concursos ou me alistar nas armadas sem restriçoes? Ou mesmo me naturalizando eu teria algumas restrições?
E quanto tempo leva pra se naturalizar?

Rafael B.
Visitante
Rafael B.

Olá! Faço Ensino Médio no Brasil, sou um bom aluno, pretendo fazer medicina e quero muito ir pros EUA, não por mais oportunidades, apenas por viver nesse país que sou muito fascinado por seu desenvolvimento e cultura. Queria saber se, falando um inglês fluente, cursando uma excelente faculdade de medicina no Brasil e tendo um bom poder aquisitivo, mesmo não tendo parentes nos EUA nem pretendendo casar com uma americana, é possível conseguir cidadania americana.

Karen
Visitante
Karen

Oie … achei super interessante o artigo que escreveu.

Meu sonho é morar nos USA, estou me preparando para ficar 1 ano (au pair), tenho muitas duvidas e medos. Mas o desejo de querer descobrir outras coisas me motiva demais. Atualmente minha mãe não concorda muito com minha escolha, mas mesmo assim quero ir.
Tem algum conselho para me dar???

Abraço
Karen 22 anos

Ana Mello
Visitante
Ana Mello

Ola Gostaria de esclarecer algumas duvidas… Meu marido esta sendo transferido para os EUA, ganhando em torno de 8.000 dolares.Temos uma filha que tem 15 anos e esta no primeiro ano de ensino medio ou seja, faltam 2 anos para o vestibular. A cidade para onde estamos indo é Miami, nossa velha conhecida por tantas viagens que ja fizemos. O periodo de estadia seria de 2 anos inicialmente. Minhas perguntas… 1- Sera que este salario nos da uma vida confortavel? 2- Consigo matricular minha filha em um bom colégio? Existe equivalencia curricular quero dizer, se ela esta aqui no primeiro… Read more »

Matthaeus
Visitante
Matthaeus

Se eu fosse pros estados unidos o que eu menos preocuparia é com a língua. Sou mais preocupado com a cultura, já que sem saber e difícil ter uma vida social e amigos. Ninguém vive só com vida profissional, que é o objetivo do povo que vai pra lá

gustavo
Visitante
gustavo

estou em duvida qual cidade seria melhor para eu viver los angeles,chicago ou denver;de acordo com qualidade de vida,empregos,etc, qual e a melhor cidade para se viver dessas três ?

gustavo
Visitante
gustavo

e para que serve se naturalizar ?

gustavo
Visitante
gustavo

como eu me naturalizo americano ?

gustavo
Visitante
gustavo

sendo um visto de turista

gustavo
Visitante
gustavo

em que orgao do governo tenho que ir para ser legalizado nos eua com um visto de ficar permanentemente la

gustavo
Visitante
gustavo

bom dia ! sou gustavo e pretendo ir aos esdos unidos e estou com duvida quanto a documentação como faço para tirala e ser legalizado nos estados unidos.

rocknrollos
Visitante
rocknrollos

Olá! Moro em outro País há 20 anos e gostei do artigo Saudade. Só queria satisfazer uam curiosidade, que em filmes e seriados passm uma coisa e a realidade deve ser outra. O que o americano comum come no dia a dia ? Exemplificando: No Brasil de manhã é normal pão, café, ovo, queijo , suco de frutas…Até ae normal. Minha curiosidade vai além…Uma refeição normal pra brazuca jantar/almoço pode ter arroz, feijão, macarrão, salada, carnes…Mas ouvi dizer que americanos não comem arroz…Resumindo: brasileiro é arroz/feijão/carne/salada/etc…E os americanos comuns ? Em filmes é ervilhas, cenouras, purês de batata e muito… Read more »

amanda carol
Visitante
amanda carol

Eu tenho apenas 15 anos, mais no entanto tenho um sonho de morar no Estados Unidos ! Mais primeiramente quero completar meus 18 anos.
Estou com uma dúvida muito grande! Queria saber o seguinte: no esxato momento que eu colocar meus pés la no EUA o que eu fasso?
para onde eu vou? a onde eu vou trabalhar? a onde eu vou me ospedar?
Pois la eu não conheço ninguém entao fica mais dificil…
Alguém que é de origem do Brasil, mais esta morando nos Estados Unidos podem me ajudar?
beijos