Fonte:  Comunidade News

Salário de 5 mil dólares por semana não motivaram Vinícius a permanecer no emprego.

O que seria para muitos imigrantes brasileiros o emprego dos sonhos, para Vinícius Vacanti trabalhar em uma grande empresa de investimentos em Nova York com um salário de $250.000 não foi o bastante para mantê-lo no emprego.

Com apenas três anos de formado e um ótimo salário, Vinícius, como muitos imigrantes brasileiros, não tinha grandes expectativas nos Estados Unidos quando aqui chegou ainda criança. “Para um brasileiro que passou toda a sua infância preocupado se teria que fazer trabalho braçal, eu senti que havia vencido”, confessa ele.

Entretanto apenas um pequeno detalhe o incomodava: ele não amava dinheiro.

Para ele, o significado de sucesso ia além de um alto salário. Vinícius queria fazer algo que lhe desse um significado na vida.

Sua mãe o ensinou desde cedo a não dar importância nas coisas materiais. Desejos de consumo que estão presentes na vida de quase todo norte-americano, eram tidos como um tipo de pecado para sua família. “Minhas despesas não cresciam em proporção ao salário que recebia. E para mim, eu não via dinheiro como uma forma de medir o sucesso. Não queria ser medido pelo dinheiro juntado, mas pelo que eu havia construído.

O divisor de águas na sua vida viria depois de participar de um conferência organizada pela empresa que trabalhava. Vinícius notou que os principais executivos das grandes empresas de mídia do país estavam ali para dar atenção a dois jovens, até então desconhecidos, Chad Hurley, criador do YouTube e Mark Zuckerberg, fundador do Facebook.

“Quando as palestras terminaram, os executivos foram até eles para falar sobre como poderiam trabalhar juntos. Eu fiquei impressionado e pensando: será que eu poderia fazer o eles estavam fazendo?”, relembra Vinícius.

Sem o menor conhecimento no ramo de tecnologia ou como se constrói um website, a escolha lógica na época era continuar fazendo o que sabia fazer.

“Com o passar do tempo, eu continuava a pensar na conferência. Uma ideia assustadora começou a tomar conta de meus pensamentos: e se eu conseguisse construir alguma coisa? Eu iria me arrepender? Eu não ficaria sempre imaginando o que aconteceria? Isso iria me comer vivo com o passar dos anos?”, disse Vinícius.

A única forma que ele teria de saber as respostas seria tentando. Foi quando decidiu largar o emprego para e fundar Yipit, um website voltado para a busca de cupons em sites de oferta de promoções como Peixe Urbano, Groupon entre outros.

A empresa, está na sua segunda rodada de levantamentos de fundos, sendo a última de 6 milhões de dólares. “Yipit está crescendo e nós temos uma forte visão de onde estamos indo”, relata ele.

O brasileiro já foi entrevistado em diversas redes de televisão, incluindo CNN e ABC, Fox News. Ele é formado em Matemática Aplicada pela Universidade de Harvard em 2003.

 

Reproduzido com permissão e em parceria com a Comunidade News.

 

Deixe um comentário

3 Comentários em "Brasileiro Deixa Alto Emprego em Banco para Fundar Website nos EUA"

avatar
ALCIDES COSTA
Visitante

OLA VINICIUS;SAÚDE E PAZ; PARABENS E FICO FELIZ PELO SEU BRILHO.
TENHO UM PROJETO INTERNACIONAL A DESENVOLVER;ESTOU A PROCURA DE PARCEIROS OK, .
CONTATO:11-22911256- 83856169- 76229142.
ALCIDES COSTA.

Dixon
Visitante

Prezados Sou advogado e palestrante.
Gostaria de publicar alguns de meus artigos nos EUA. (artigo jurídico na área trabalhista.
Se alguem puder me ajudar fico grato.
atenciosamente.
Jurista Dixon Tôrres.
Joinville Brasil

Joyce Anne Granger
Visitante

Nossa muito interessante essa matéria, o Vinícius Vacanti foi corajoso como todos nos Brasileiros somos, eu amo morar no exterior mas infelizmente aqui tem isso de que dinheiro fala mais alto.

wpDiscuz