Fonte:  Comunidade News 

Se a alta do dólar representa uma verdadeira reviravolta na economia mundial, imagine para os imigrantes brasileiros, que chegaram a deixar de cumprir compromissos financeiros no Brasil, quando o valor estava baixo. Algumas agências de remessa de Danbury,

Connecticut, também estão sentindo um

clima diferente.

A alta do dólar já acumula um aumento de 30,22%, somente em 2008. O mercado financeiro continua tenso, e o pânico se instalou em Wall Street, devido à ameaça de rebaixamento das notas de crédito da gigante automobilística General Motors. Rumores de quebra do grupo Morgan Stanley também contribuíram para aumentar o nervosismo.

Segundo Cleantes Xavier, proprietário da Eliza’s Store, as remessas sofreram um aumento de 30%, nos últimos dias, com os brasileiros aproveitando para pagar as contas no Brasil e traçando planos de comprar imóveis por lá. Cauteloso, Xavier disse que não sabe se este quadro continua, mas afirmou que a economia mundial está adquirindo um novo posicionamento.

Na Precious Boutique também se viu um aumento nas remessas, segundo a funcionária Dayane Borges. “Mas não como antes do dólar baixar. Muitos foram embora por conta do custo de vida americano”, explicou, acrescentando que muitos ligam só para saber o valor da cotação, e lamentam não ter dinheiro para enviar.

Para Luciano Silva, do Nosso Brazil Store, o momento ainda é delicado. “As pessoas estão sem dinheiro, então não há tantas remessas”, observou ele, que assim como Dayane, recebe ligações perguntando a cotação. Ele lembrou que, na época do dólar baixo houve muitas remessas, por medo que a moeda baixasse mais ainda.

Marcílio Fernandes, da Padaria Minas Bakery, viu um aumento de 50% nas remessas, acompanhado de alguns comentários dos clientes. “Até que enfim o dólar subiu, agora está bom. Esperei tanto para chegar esta cotação”.

Euforia

Para boa parte dos brasileiros o momento é de bastante alegria, pois conseguem enviar dinheiro para o Brasil. Desde a alta da moeda americana, cotada recentemente a R$2,31, muitos aumentaram as expectativas de ir embora dos Estados Unidos mais rápido. Pelo menos um brasileiro que tinha planejado voltar ao Brasil na metade do ano que vem, afirmou que permanece mais tempo na América, caso o dólar continue subindo.

Alguns imigrantes brasileiros estão até trabalhando mais animados, considerando que o mercado de trabalho nos EUA está um pouco mais aquecido. Já para um grupo de funcionários de um salão de beleza, o momento representa menos clientes para eles. Por isso, preferiam a época do dólar baixo porém com clientela garantida.

Há quem ainda não esteja animado com a alta do dólar. Para este grupo, não adianta o dólar subir se não existe dinheiro para enviar. O desemprego também tem contribuído para isto.

Reproduzido com permissão do Comunidade News.  Leia outros artigos do Comunidade News.

Deixe um comentário

2 Comentários em "Alta do Dólar Mexe com a Vida de Imigrantes Brasileiros"

avatar
isabella netto
Visitante

Ola!!
Tudo bem? Meu nome e isabella, moro nos Estados Unidos ha muitos anos e estou de ferias nos Brasil desde junho, geralmente passo 3 meses por ano aqui. Gostaria de saber se vcs tem alguma informacao a respeito da empresa Manaim Express. Enviei duas caixas em janeiro e ate agora nada, ligo la, converso e cada hora ele falam uma coisa diferente. Vcs sabem que atitude devo tomar? Quero entrar na corte mas nem o endereco fisico da empresa eles fornecem.
ja agradeco
abracos

isabella

Redação BNEU
Admin

Isabella,

Não conhecemos esta empresa. Se você pagou com cartão de crédito, a empresa de seu cartão pode lhe ajudar. Outra opção é entrar em contato com o Better Business Bureau (www.bbb.org).

wpDiscuz